Foto  4 – Largo dos Açorianos – Leonid Streliaev
clique na imagem para aumentar

Foto 4 – Largo dos Açorianos – Leonid Streliaev

Greta Guimaraes

Luz, câmera e ação!

O entardecer chega e a noite começa a surgir. As luzes da cidade são acesas, enquanto as estrelas aguardam o

Linda Grossi

Dou-lhe três

Comum. Não sei se essa é realmente a palavra certa para descrevê-la, mas é fato que não era muito notada

Giancarlo Carvalho

Corpos Humanos

Do viaduto movimentado contemplo o solene Monumento aos Açorianos, marco central deste largo, na capital gaúcha. Quase cinquentenária, a grandiosa

Viviane Chaves Intini

Urbana

Uma das lembranças mais doces da minha infância são as viagens que fazíamos, eu e minha irmã, com meus avós.

Regina Starosta

Porto Alegre

Quem nasceu depois de 1970 não teve o prazer de andar de bonde, o vagão elétrico que corria sobre trilhos.

Tetê Lopes

Porto Triste

O monumento aos Açorianos, a lembrar as origens da cidade; o domo da catedral, que se impõe na paisagem do

Graciella Tomé

Sobre um olhar iluminado

É sobre esse tanto de luzes iluminando a noite de Porto Alegre, iluminando as grandes avenidas da capital, em um

Caroline Anversa

Volta aqui

A parte mais bonita é a de voltar. Não que os passeios sejam tristes, na verdade são tempos felizes de

Iara Tonidandel

Adoro o mar

Penso, seguidamente, em concretizar planos, já desenhados e quase desbotados, de receber minha correspondência na praia. Não tenho dificuldade de

Eugênia Câmara

De salto e barbicacho

Dizem que gaúcho não costuma levar desaforo para casa. No passado duelavam por qualquer fato, desde a honra até para

Noara Lisboa

Terra prometida

“O Brasil nasceu para miscigenar, para fluir” Carlinhos Brown Aprendemos na escola que a capital gaúcha iniciou como um pequeno

Marcel Souza

Cenários

Fim de tarde o sol se esconde no horizonte a velocidade do dia dá lugar à cadência da noite Da

Cris Vazquez

Tributo a Porto Alegre

As luzes de Porto Alegre despertaram minha curiosidade de menina do interior. O efeito dos neons, semáforos e luzes quentes

Altino Mayrink

Limites

Viajar é muito bom. Faço sempre que posso. Muitas vezes. O que pode aumentar ou diminuir o número de passeios

Fernanda Cunha Quadros

Expondo-se

Utilizando o recurso de longa exposição é possível obter uma pintura com a luz. Existem algumas técnicas que possibilitam resultados

Rubem Penz

Vagalumear

Poucas imagens seriam capazes de acomodar em um único clique os 250 anos de Porto Alegre, e Leonid Streliaev conseguiu

Ana Luiza Rizzo

Janelas

A mãe chega do trabalho e mal respira antes de começar o preparo das próximas refeições; a filha adolescente gostaria

Ana Cristina Rodrigues Guimarães

Depois do trabalho

Alô. Oi, amor, você está vindo? Oi, querida. Estou na Perimetral a caminho. Mas o trânsito está terrível, acho que

Kátia Madruga

Luz e movimento

Quando todos entraram no teatro, foram convidados para seguir para o mezanino. Ao encontrarem os seus lugares na plateia, começaram

Luca Boaz

Vazio cimentado

Subterrâneos, túneis, alicerces fraturados, invisibilidade, viaduto, danos e bloqueios, fluxo interrompido, sem trânsito, alter ego enterrado, causa impacto, vazio, estou

Karlene Bianca

Não há inércia na psilocibina

Era noite. A praça estava vazia. Silêncio. Era possível ouvir o vento navegando entre os grandes prédios. Nenhum carro. Nenhuma

Ananyr Porto Fajardo

Entrelaços

A cidade circula por tramas resistentes e frouxas, muitas conhecidas, outras inéditas. São malhas de convívio, de conveniência e de

Soraia Schmidt

Despedida

Grandes metrópoles espelham a humanidade. São tão complexas como cada ser humano em si mesmo. Únicas, mas com pontos nevrálgicos

Rolar para cima