Foto 6 – Nega Lu – Tom Saldanha
clique na imagem para aumentar

Foto 6 – Nega Lu – Tom Saldanha

Regina Starosta

Lúcia – uma personagem

Quando Leonor abriu a porta deparou-se com uma jovem negra, de porte atlético, cabelos cortados rente, vestindo uma calça jeans,

Cris Vazquez

O executivo de patinete

Se existe um lugar onde vivemos o presente é a rua. Em casa, relembramos o passado, projetamos o futuro, mas

Karlene Bianca

Pró-nomes

  Uau! É o que digo quando me deparo com do grafite de Nega Lu, homossexual negro na Cidade Baixa,

Greta Guimaraes

Um outro olhar

Ao andar pelas ruas, avenidas e parques de Porto Alegre nos deparamos com algumas esculturas, monumentos, grafites e pinturas que

Linda Grossi

Chica

Eu não ligo. Pode pensar o que quiser de mim. Eu não ligo. Pode ficar com cara fechada e o

Giancarlo Carvalho

Translucidez

One of these mornings You’re gonna rise up singing You’re gonna spread your wings And you’ll take to the sky

Ana Luiza Rizzo

A plateia

Faz menos de cinco anos. Precisei atualizar uns documentos e fui até a sede da Polícia Federal, na Av. Ipiranga.

Iara Tonidandel

A cadeira 32

Chegar à cadeira que consta no bilhete de qualquer espaço, em geral, é para mim tal qual pescar em um

Fernanda Cunha Quadros

De cor e felicidade

“A pintura é poesia sem palavras.” Voltaire Quem não lembra dos desenhos feitos na infância? Eu adorava desenhar a tradicional

Ana Cristina Rodrigues Guimarães

Nuances

Travessuras. Uma atitude: escandalizar. Uma dama de voz grave e barba malfeita. Assim era descrita. Frequentadora da Esquina Maldita. Porto

Tetê Lopes

Nega Lu na Cidade Baixa

O Bonfim dos anos 1980 era o ponto de encontro da rebeldia, do congraçamento das espécies, da transgressão de valores.

Rubem Penz

Papel de parede

A arte rupestre, segundo analistas, pode existir há trinta mil anos antes de Cristo. Já eu penso que essa é

Caroline Anversa

Não me segure

Me chama pelo nome um dia destes E não leve tudo tão a sério Sou porta-bandeira da minha própria voz

Noara Lisboa

Olhares

Como toda grande cidade, Porto Alegre divide-se em bairros, alguns com características bem marcadas, todos em constante transformação. Até agora,

Luca Boaz

Reflexão escancarada

Autenticidade. Foi o que veio à mente. Após mais olhares, o excesso de informações impactou. Atrevimento ou exposição? Poderia contar

Marcel Souza

Lado B, lado A

“Gente da noite, que não liga preconceito, tem estrelas na alma e a lua dentro do seu peito” Túlio Piva

Ananyr Porto Fajardo

Negro Luar

Algo brilha no escuro, chega entre brados e ritmos, assombroso. Carregado com pompa, solenidade, olhar firme ao longe. A multidão

Soraia Schmidt

Refrações

O olhar da pessoa é a primeira lente Reflete sua luz no mundo Breve, efêmera, fugaz O olhar dos outros

Viviane Chaves Intini

Une lumière de la nuit

Do bas fond com orgulho Preto, pobre e puto Figurinha colorida da Esquina Maldita   Se você pensa que vai

Kátia Madruga

Arco-íris sobre a capital

VIOLETA: a cor do modelito que usou naquele carnaval no Menino Deus nos anos 1970. ANIL: um dos tons da

Eugênia Câmara

Nosso próprio tempo

Ao ver a foto da Nega Lu desenhada na parede lateral de uma casa, minhas lembranças viraram do avesso, como

Graciella Tomé

Sobre-vivências

A vida é um pedacinho de muitos pedaços, e esses muitos pedaços dão forma a minha vida. Sei que mais

Altino Mayrink

Homenageada

Homenagear é um afazer prazeroso, mas que dá um trabalho muito grande. Imagina lembrar uma cidade a partir de seus

Rolar para cima