Ângela Puccinelli em foto de Anelise Barra Ferreira

Hai-Fast, Kai-Food

Ângela Puccinelli

Carne

Vegetariano?

Não sou não. Por que pensou?

Quero é um costelão.

 

Tá vendo?

Esta é a vagabunda

Que tá rondando o bofe, mas comigo não se cria

Se bobear, acaba em morte

 

Au, au

Sei que ele é um cachorro, brutão

Mas fazer o quê, se morro de tesão

 

Telha

Trabalhar aqui é um barato!

Tanta comida. Hum, tainha na telha

Agora é que me acabo!

 

Matemática

Faltei 1 dia, desconto certo

Tenho luz, água, aluguel, cartão de crédito

Alguém vai sobrar, e vai ser a Net

 

Número 1

Ele diz que é meu número um

Mas não é não

Só se for como estas bandeirinhas,

Por autodefinição

 

Comer sozinho todo dia…ninguém merece….

Facebook Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima