Carlos Eduardo Vaz

Nascido em Porto Alegre – RS, Carlos Eduardo Vaz, encontrou na fotografia a síntese de tudo o que aprecia e acredita. Foi à oportunidade de reunir em uma única forma de expressão cultural, as artes (cinema, música, teatro, pintura…) a ecologia e o meio ambiente, arquitetura e urbanismo, antropologia, fotografia documental, fotojornalismo, vida selvagem, entre outros. Sua fotografia é mais direcionada ao registro urbano, arquitetônico, cultural, fauna e flora, com grande influência das artes plásticas e visuais. Resume em uma frase seu trabalho:

“Agradeço ao dia que comecei a ver o mundo através das lentes de uma câmera.”

textos relacionados

Foto 1 - Carlos Eduardo Vaz

Assentar e observar

Estou aqui há muito. Presenciei cortejos, procissões, famílias, comunidades e vilarejos inteiros. Indo e vindo. …

Foto 1 - Carlos Eduardo Vaz

Verdes lembranças

Uma das minhas características principais como viajante é a de caminhar muito nas cidades. Só …

Foto 1 - Carlos Eduardo Vaz

Uma árvore, um livro, um filho, uma capela

Todos sabemos o fundo que moveu a expressão de um homem deixar em vida o …

Foto 1 - Carlos Eduardo Vaz

Viageiro clarividente

Sempre que viajo pelo interior e avisto pela janela do ônibus uma casa solitária, de …

Foto 1 - Carlos Eduardo Vaz

Trilha terapia

Os raios de sol, o céu azul, o aroma de café, pão e queijo frescos …

Foto 1 - Carlos Eduardo Vaz

Estórias do vento

Aquele banquinho, debaixo da “minha árvore” era meu paraíso. Nos dias cinzentos, no sol de …

Foto 1 - Carlos Eduardo Vaz

Pampa

“Mas que pampa é essa que eu recebo agora. Com a missão de cultivar raízes. …

Foto 1 - Carlos Eduardo Vaz

A internet de todas as coisas

Dizem que o off-line é o novo luxo. Desligar. Desconectar. Sair da internet. Sair da …

Foto 1 - Carlos Eduardo Vaz

Quem esqueceu essa tal aí?

Só pode ser muito moscão. Não sabe que junta tudo que é alimal, cruzeira, aranha? …

Foto 1 - Carlos Eduardo Vaz

Sonhando em preto e branco

Os Deuses deviam estar loucos. Num de repente me carregaram para um inesperado devaneio. Lá …

Foto 1 - Carlos Eduardo Vaz

Dona Aroeira

Ele sempre foi ligado ao campo. Nasceu em Soledade e lá viveu até os 20 …

Foto 1 - Carlos Eduardo Vaz

Desalento sobre tela

Na velha tela, cujo bastidor parece constrangido de tão gasto, espalhei como base a tinta …

Foto 1 - Carlos Eduardo Vaz

Paragens

Inóspito? Ermo? O local da minha infância é inadjetivável. Solidão talvez seja o termo que …

Foto 1 - Carlos Eduardo Vaz

Seu Oscar

Ele nasceu numa família com mais posses, num sítio bem maior. Entre os seis irmãos, …

Foto 1 - Carlos Eduardo Vaz

Délibáb

Délibáb I Desce do ônibus e o rastro de pó da estrada veste sua pele, …

Rolar para cima