Módulo mais ágil da oficina Santa Sede, o Circuito se baseia em seminário constante e desafios semanais de produção literária com base em textos exemplares. Acontece às quartas-feiras, entre março e novembro. Oferta as nove vagas da mesa com possibilidade de rodízio: o cronista se matricula para quatro encontros consecutivos, e pode renovar sua permanência ou sair ao final do período. Também pode retornar, se houver vagas disponíveis, seguindo uma lista de espera. Recebe tanto novatos quanto escritores experientes (alguns interessados em estímulos criativos e análise dos textos visando publicação de livro solo).

Nível de exigência: médio (duas “canetas”)

Período e extensão: entre março e novembro, encontros semanais, quartas-feiras às 19h30

Publicação: sem publicação (livro riscado / tablete riscado)

Público: ex-alunos da Santa Sede dos diversos módulos e geral / 9 vagas por mês e lista de espera

QUANDO ACONTECE

Segundas-feiras, das 19h15 às 21h30
Primeiro encontro no dia 04 de setembro

 

ONDE ACONTECE

Bar Apolinário, Rua José do Patrocínio, 527, Cidade Baixa, Porto Alegre.
O local tem estacionamento próprio com manobrista, além de bom número de vagas na rua. Uma grande oferta de marcas de cervejas e comidinhas de boteco garantem o melhor acompanhamento aos encontros. 

INVESTIMENTO

R$165,00 no ato da matrícula
+ 03 parcelas de R$165,00
(setembro, outubro e novembro, sempre nos dias 10 de cada mês)

FORMAS DE PAGAMENTO

depósito/transferência para uma das contas abaixo (envie-nos cópia do comprovante)

Titular: Rubem Penz – CPF 486.417.400-82
Bradesco – ag 2276-4 – c/c  1251-3
Banco do Brasil – ag 3530-0 – c/c 16.804-1

ou com boleto bancário ou cartão de crédito via sistema Pagseguro  (pagamento programado/recorrente)

RESERVE SUA VAGA!

""
1
Nome Completoyour full name
Telefoneyour full name
Mensagem
0 /
Previous
Next
FormCraft - WordPress form builder

Primeiro encontro: apresentação do orientador, dos colegas, da dinâmica de aula e de alguns fundamentos da crônica. Também será pedida a primeira produção escrita, a ser lida no segundo encontro. Segundo encontro em diante: as aulas serão divididas entre leitura crítica das crônicas escritas em casa e noções teóricas para embasar o desafio seguinte. Uma das grandes vantagens do sistema é escrevermos uma crônica por semana, mas aprendermos com nove, exercitando nossa leitura crítica.

Experimentar e dominar as principais estratégias e estilos de escrever crônicas com base em textos canônicos; Reconhecer a própria voz literária e transitar para além de nossos temas internos ou preferenciais; Identificar oportunidades de aperfeiçoamento em cada crônica lida durante a aula, adotando fundamentos de estilo e evitando vícios de linguagem, clichês e imperfeições; Produzir textos que poderão alcançar muitos leitores em redes sociais (especialmente quando publicados com a hashtag #oficinasantasede), ou em site e/ou blog pessoal.

Usufruir da oficina literária reconhecida por ofertar a descontração só presente no encontro de amigos em uma mesa de bar; Acrescentar em nossa teia de relações pessoas de diferentes formações, profissões e idades, enriquecendo nossa vida com conceitos novos; Ter os textos submetidos a uma crítica próxima, carinhosa e construtiva, especialmente facilitada pelo ambiente informal e pela condução leve.